O executivo Elias Tergilene diz que vai adotar as devidas providências para que o vereador prove o que foi dito na Câmara e, ainda, que acionará o Ministério Público para acompanhar de perto os processos a respeito do Shopping Popular. O empreendimento tem investimento de R$ 67 milhões.