Ainda sobre o assunto, José Carneiro jogou dois secretários municipais às feras: Justiniano França e Paulo Aquino. Segundo a assessoria da Câmara, “a APLB se reuniu no Hotel Acalanto com os secretários Justiniano França e Paulo Aquino, onde novos acordos foram firmados”. Aí Carneiro tira o braço da seringa: “Eu não sei os acordos que foram firmados nesta reunião e não vou me comprometer com estes, não posso assumir o compromisso que eles sejam cumpridos (sic). A APLB deve cobrar o cumprimento a Justiniano e Paulo Aquino. Esta Casa está aberta para receber as categorias e intermediar, mas não vou assumir compromissos que não fiz”. Deve ter sido orientado pelo guru político. Vaselina pura.