Através do boletim informativo da Câmara de Vereadores, o presidente da Casa, vereador José Carneiro, esclareceu que não tem qualquer responsabilidade sobre os acordos realizados entre o Município e a APLB, “assumidos em reunião no Hotel Acalanto”. Até aí tudo normal. Estranho foi Carneiro dizer o seguinte, segundo sua assessoria: “todas as vezes que fui solicitado para intermediar entre a categoria e Executivo, não medi esforços. Já cheguei ao ponto de estar em determinados locais a meia noite para fazer intermédios”. Eu fico cá perguntando a meus botões que tipo de acordo é fechado de madrugada e aonde aconteceram essas conversas.