O deputado federal Zé Neto enviou áudio ao www.oprotagonistafsa.com sobre a polêmica “vista grossa” feita pelo cantor Léo Santana ao prefeito Colbert Filho. O parlamentar, que estava no trio elétrico, entende que “teve algum ruído nisso, porque no percurso ele (Léo Santana) falou o nome de Colbert. Não houve desrespeito. Talvez ali, na hora, não tivessem batido para ele que estava em frente ao camarote do prefeito. Não teve a intenção de não reconhecer a autoridade do prefeito. Ele até comentou no percurso, parabenizou o prefeito. Então não acredito que tenha sido algo deliberado. Acho que você (o jornalista) tem razão: deve ter sido vacilo da produção. Coisa menor”.
Nota do blog: Estranho que um produtor tenha poder de vetar cumprimentos do artista a um prefeito em uma festa na cidade do gestor; mais estranho, ainda, é Léo Santana ter lembrado do prefeito depois, já que esqueceu do gestor quando esteve frente a frente na avenida. O deputado tem razão em uma coisa: houve ruído.