Suplente de deputado estadual pelo PSB, partido da base do governador Rui Costa, Angelo Almeida descarta, veementemente, apoiar a candidatura do deputado federal Zé Neto a prefeito de Feira de Santana em 2020. Nas entrelinhas criticou o egoísmo do deputado federal petista quando o assunto são os cargos nos cerca de 20 órgãos estaduais em Feira de Santana. Em conversa exclusiva com o Protagonista, Angelo revela não afastar a possibilidade de entrar na disputa pela Prefeitura de feira já em 2020. Dono de estilo discreto e de muito diálogo com as bases, mas firme e coerente em suas posições políticas, ele acaba de ser indicado para assumir uma Diretoria na Secretaria Estadual de Meio Ambiente.

O Protagonista - Você tem dito que não apoia a candidatura do deputado Zé Neto a prefeito de Feira. Por quê?

Angelo Almeida – Apoiar Zé Neto seria carimbar aprovação às suas práticas políticas. Não faremos esse apoio, até porque devo consideração e até mesmo respeito aos meus companheiros e companheiras que em toda a Bahia nos conferiram 45.784 votos para deputado estadual em 2018. São pessoas, lideranças políticas que não compreendem e me cobram como pode o então líder do nosso governo usar, praticamente, todos os órgãos de governo em Feira de Santana - e são mais de 20 órgãos -, para descarregar 12.500 votos para um desconhecido que nunca havia militado na cidade?  O PSB tem opção melhor a esse apoio. Isso (apoio a Zé Neto) está descartado. Se houver segundo turno - e penso que haverá -, espero o apoio dele, como também poderemos avaliar o apoio ao mesmo. O cenário do momento será nosso guia.

O Protagonista – Já definiu sua posição para 2020 na sucessão municipal?

Angelo Almeida – Se o povo de Feira de Santana pretende contribuir com a boa política, se pretende inaugurar uma nova fase superando esse estágio de atraso e cansaço que a gestão atual representa, nós queremos, sim, ser a opção que venha a representar verdadeiras mudanças nos hábitos e na forma de lidar com o povo de Feira e seus problemas, que, por sinal, estão cada dia maiores. Não são apenas as minhas raízes com a cidade, que são históricas, mas, sobretudo, o fato de amar o nosso povo e ter a certeza de que podemos fazer e faremos muito pela melhoria da qualidade de vida da nossa população, que me estimulam cada dia mais para enfrentar os desafios de 2020. Seremos capazes de ousar e faremos uma verdadeira revolução na educação básica. Acredito que este é passo inicial e fundamental para mudarmos o perfil e a qualidade de vida em nossa cidade.
São necessários três pontos iniciais pra avançarmos no processo: 1) termos um bom partido e o apoio das nossas lideranças; 2) termos a vontade que se mistura com a coragem; 3) termos a capacidade de construir alianças políticas visando alicerçar um programa de governo discutido com a população, à altura do que a cidade merece e necessita.
Os dois primeiros já temos. Já o terceiro depende de muito diálogo, entendimento e construção política com os mais diversos atores da política local e, sobretudo, com a população. Vamos lutar!

O Protagonista – E ainda há espaço para Angelo Almeida tentar a Prefeitura em 2020 dentro desse grupo da oposição?

Angelo Almeida – Claro que há espaço. O povo não tem pressa para escolher o prefeito para 2020. Vai estar mais seletivo e só vai começar a fazer escolhas depois do próximo São João. Pensar fora disso é o mesmo que tirar o amendoim do fogo antes da hora e ter que comê-lo cru. Temos o PSB e com ele o apoio de toda direção, tanto estadual quanto municipal, vontade com coragem, e possibilidade de construir alianças com forças políticas que estejam articuladas e conectadas com ideias que defendemos e acreditamos sejam fundamentais para transformarmos nossa cidade. Vamos chamar o povo para governar junto com a gente.
Nós somos o novo, com experiências no Legislativo que apontam nosso caráter, compromisso com a ética e com a boa política. Se Feira vai querer o novo - e penso que vai -, que seja um novo que possa confiar.

O Protagonista - Qual sua posição atual dentro do grupo do governador Rui Costa?

Angelo Almeida – O PSB me indicou para assumir a Diretoria de Projetos e Programas na Secretaria Estadual de Meio Ambiente. Essa diretoria está passando por mudanças e deverá assumir novas atribuições, passando a ser Diretoria de Inovação e Sustentabilidade, em breve. Estamos em fase de transição, organizando nova equipe e estabelecendo atribuições e metas para podermos contribuir com melhorias na política de meio ambiente em nosso estado.