A Associação Beneficente Luz da Vida (ABLV) cobra, através de nota pública distribuída na imprensa feirense, a liberação do alvará de funcionamento por parte da Vigilância Sanitária Municipal. Uma clínica mantida pela entidade foi fechada no final do ano passado pela Vigilância Sanitária do Estado, em uma ação conjunta com a Polícia Militar, sob alegação de que estaria promovendo atendimentos em troca de voto.
Em nota, a ABLV volta a cobrar a liberação de suas atividades. A sede da entidade fica localizada na rua Salvador, 2080, bairro do Sítio Matias.
O Protagonista apurou que, embora a interdição tenha sido feita pela Vigilância Sanitária do Estado e PM, a Vigilância Sanitária Municipal esteve na sede da entidade, quando solicitada, mas teria encontrado as portas fechadas em algumas oportunidades. Prepostos do órgão municipal já estiveram na entidade. A liberação do alvará, então, não deve demorar, segundo uma fonte do governo municipal. Bom para as muitas pessoas que vão voltar a receber os atendimentos de saúde na ABLV.
(Foto: site Acorda Cidade)