O tabuleiro da sucessão municipal em Feira de Santana ganha mais um importante personagem. O deputado estadual, pastor evangélico e policial militar Tom (PSL) diz ao Protagonista que é, sim, pré-candidato a prefeito nas eleições de 2020. Tom anda um pouco sumido do noticiário político local. Talvez por estratégia. Até porque seu eleitorado, na maioria, está na Igreja Evangélica, onde o contato é mais próximo. “Me elegi com o apoio da Igreja. Meu mandato é voltado, antes de tudo, aos ideais cristãos. Atuamos em defesa da família e do direito à vida. Nosso mandato, também, tem discutido muito a segurança pública e saúde em nosso Estado. Mas nosso foco é Feira de Santana. Aqui foi onde nasci, onde moro e preciso contribuir para a melhoria de nossa cidade”, disse ao Protagonista.
Tom se elegeu com 29.335 votos. Desse total, 10.786 votos foram depositados em urnas de Feira de Santana.