Como o governador Rui Costa quer eleger o próximo prefeito em Feira de Santana, se não consegue administrar nem a Embasa? O atendimento na empresa é o pior possível. Incompetência gerada, principalmente, pelos muitos cargos políticos que infestam a estatal. Preocupação zero com a população usuária, que paga caríssimo pelos serviços. Não é à tôa que são campeões de reclamações nos órgãos de defesa do consumidor. Em 2018, por exemplo, a empresa encabeçou a lista das dez empresas mais acionadas pelos consumidores no Procon. A Embasa em Feira de Santana é inacessível. Criaram aplicativos complexos para uma população que, em sua maioria, sequer tem o ensino médio. Telefones fixos só tocam, sem atendimento. Um serviço 0800 que castiga quem disca em longa espera. E quando se consegue falar, depara-se com algumas atendentes mal humoradas. Resumo da ópera: A Embasa é um lixo, que brinca com a paciência da população.