Feira de Santana vai atingir 20 anos de controle político por José Ronaldo de Carvalho. Ao longo desse longo tempo, o que tivemos de avanço? Para além da construção de alguns viadutos que endividaram o município e da tentativa de construção de um BRT que se tornou um elefante branco e que suga dos cofres públicos municipais centenas de milhares de reais todos os meses somente em pagamento de juros, o que sobra?
Na saúde mais de 60% dos trabalhadores eram terceirizados através de cooperativas até que o Ministério Público descobriu o desvio de milhões que chocou toda a sociedade feirense. Na educação inúmeras aulas são dadas por estagiários e até mesmo o salário desses estagiários fica atrasado durante meses.
Temos então um cenário de caos completo nos principais serviços públicos oferecidos pelo município. Qual é o papel do Partido dos Trabalhadores nesse processo? Acreditamos que o PT deva formular um programa que altere qualitativamente os serviços públicos municipais. Adote uma forma de governar que realize concursos e estruture a saúde e a educação.
Esse programa político deve servir tanto para a possibilidade do PT ser governo quanto para o enfrentamento com as sucessivas gestões de direita. No caso das máfias das cooperativas, por exemplo, que nem ao menos houve a abertura de uma CPI, se houvesse um processo constante de denuncia e investigação dos desvios, achamos inclusive que seria o caso de deposição e cassação dos direitos políticos do prefeito e ex-prefeito.
Um programa como esse só pode ser formulado por quem vive na pele as contradições da estrutura caótica herdada pelas gestões de Zé Ronaldo e Colbert. Por isso propomos que o Partido dos Trabalhadores em Feira organize as setoriais de Saúde e de Educação, espaço prioritário de discussão e formulação. É nesse sentido que montamos nossa chapa e esperamos o voto de confiança da militância petista no dia 08 de setembro, na chapa Novo Tempo Militante e em Gabriel Cavalcante presidente do PT.

Gabriel Cavalcante é advogado e filiado ao PT.

*O conteúdo desse artigo é de inteira responsabilidade do autor.