CURTA AS CURTAS

- Enquanto camelôs e governo municipal travam uma quebra de braço sobre sorteio de boxes (foto) e valor das taxas no Shopping Popular, o Elias Tergilene viaja para a China. Preocupação zero.

- Pouco divulgada a eleição para presidente do PT feirense. Será dia 8. E só. Partido parece uma caixa preta.

- Quem está mais errado: o secretário que mandou vereador tomar no cu ou o vereador que replicou o palavrão na tribuna da Câmara?

- Aliás, a chapa anda quente pelas bandas da Câmara. Vereadores trocando “amabilidades”. É lacraia pra cá, serpente pra lá.

- O secretário Mario Borges representou o prefeito Colbert Filho na solenidade de entrega de viaturas da polícia nessa sexta-feira (30) em Feira de Santana, com presença do governador Rui Costa.

- Nunca se viu tanto policial junto. Se essa turma estivesse no policiamento ostensivo, certamente os índices de violência cairiam em Feira.

- Por falar nisso, o governador disse quem investiu pesado em segurança pública no estado. Mais que muitos outros antecessores.

- Ainda segundo Rui Costa, a redução da criminalidade em Feira foi de 30% nos últimos 12 meses. E de 18% no estado. Mas ainda continuamos entre as cidades mais violentas do Brasil.

- A deputada Dayane Pimentel comemorou o salto estratosférico de uma pesquisa para outra. Elogiou onde cresceu e esculachou onde quase nem foi votada.

- Zé Neto segue em primeiro nas duas pesquisas divulgadas até agora. Ali entre 25 e 26%. Dizem os entendidos que esse é o limite.

- O deputado Targino Machado não comenta pesquisas. Repete que não anunciou que é pré-candidato e lembra que não autorizou qualquer Instituto a citar seu nome como pretendente ao Paço Municipal. Mesmo assim segue bem pontuado. Imagina se fosse...

- Carlos Geilson, único dos citados que não tem mandato, busca consolidação. Nas entrevistas não deixa de dar suas alfinetadas em Zé Neto.

- O prefeito Colbert ainda não comentou o resultado da recente pesquisa. Com a possibilidade de ter um cabo eleitoral como José Ronaldo nem precisa, mesmo, se preocupar.

- Na primeira pesquisa, do Jornal Folha do Estado e site Bahia na Política, alguns nomes foram citados, até surpreendentemente, pelos pesquisados e pesquisadores. Na pesquisa do Instituto Paraná o funil foi mais estreito.

- Uma fonte informou ao Protagonista que o prefeito Colbert está muito atento à movimentação de agentes públicos pré-candidatos a vereador. Quer evitar o uso indevido da máquina.

- Colbert está certo. Até para evitar disputas internas que, certamente, podem refletir – mal – na qualidade do serviço.

- Antes que esqueça, o edifício Sarkis segue interditado, assim como parte da rua Sales Barbosa. Prudência e canja de galinha não fazem mal a ninguém.

Bola Fora – Quem manipula os camelôs em benefício político. Essa gente precisa é de orientação.
Bola Dentro – A sinceridade do prefeito Colbert ao explicar porque esteve no Ministério Público.

Por hoje, só amanhã!