O Mercado de Arte Popular (MAP) não vai abrir nesta segunda-feira (19), por recomendação da Defesa Civil Municipal. A medida é preventiva, uma vez que o equipamento municipal está instalado no lado oposto ao Edifício Sarkis, no calçadão da rua Sales Barbosa, cuja estrutura está ameaçada em desabar.
Técnicos da Defesa Civil e engenheiros da Prefeitura estiveram no local, na manhã de domingo (18), para interditar o prédio onde funcionam o Centro Médico Regional e, no térreo, uma das lojas da Ricardo Eletro.
Os responsáveis pelos estabelecimentos foram orientados a desocupar o local, bem como as barracas instaladas naquela área devem ser retiradas.
O coordenador interino da Defesa Civil, Pedro Américo, informou que nesta segunda-feira (19) uma empresa deverá fazer a escavação para identificar a origem do problema, dando início aos primeiros reparos. Enquanto isso, a área permanecerá isolada por motivo de segurança.


MUDANÇAS NO TRÂNSITO - O tráfego em algumas das principais avenidas de Feira de Santana vai sofrer mudanças em sua rotina, devido a interdição do prédio. 
Desde as 06h da manhã desta segunda feira (19), há interdição no trânsito da Getúlio Vargas, na região da Praça da Bandeira,  e algumas intervenções no trânsito da região devido à interdição e ao isolamento de um prédio na Praça da Bandeira, realizado pela Defesa Civil, pelo risco de desabamento. A operação acontece enquanto durar o isolamento do prédio.
Durante este processo, para garantir a segurança da população, todo o trânsito será direcionado para a Avenida Senhor dos Passos, sentido rua Monsenhor Mário Pessoa. O tráfego do lado da Praça da Bandeira sentido Prefeitura será normal. Outra modificação será realizada no Semáforo do cruzamento da Getúlio Vargas com a J.J. Seabra/Visconde do Rio Branco, já que os veículos não poderão seguir em frente sentido Mercado de Arte, desviando para a Visconde do Rio Branco, na rua da Câmara de Vereadores. Para retornar à avenida Senhor dos Passos, será necessário buscar alternativas pela rua Intendente Freire, ou seguindo um pouco após o Feira Tênis Clube, retomar o início da Senhor dos Passos.
Será realizada também uma alteração operacional na praça do Caminhoneiro. “Como os veículos vão ter um desvio da Senhor dos Passos seguindo direto para a Monsenhor Mário Pessoa, haverá uma sobrecarga no fluxo de veículos na travessia da Casa de Saúde Santana e colégio Padre Ovídio. Vamos permitir a utilização apenas da rotatória da praça do Caminhoneiro para tirar o conflito do cruzamento daquele semáforo. Por exemplo quem vier pela Presidente Dutra sentido Casa de Saúde Santana não vai mais seguir pela Presidente e passará pela rotatória retornando para a Senhor dos Passos, até a Monsenhor Mário Pessoa. Quem vier no sentido contrário vai pode utilizar a Presidente Dutra sentido Rodoviária. Quem vier do Pilão pela mão Inglesa terão que seguir pela Presidente Dutra. Ou seja, não haverá cruzamento na rotatória da Praça do Caminhoneiro até quando durar a interdição do prédio na Getúlio”, diz o superintendente Maurício Carvalho. 
O Superintendente ressalta ainda que por causa do grande fluxo de veículos naquela região, haverá uma fiscalização no local com tolerância zero para filas duplas tanto na Senhor dos Passos, quanto na Visconde do Rio Branco quanto na J. J. Seabra. “Pedimos a compreensão de todos no sentido de entender que esta situação é momentânea enquanto durar esta intervenção na praça da Bandeira”, destaca.