Diz o dito popular que “quem cala, consente”. Não sabemos se é o caso, mas o fato é que o secretário municipal de Meio Ambiente, Arcênio Oliveira (foto), se calou sobre a acusação do vereador Gilmar Amorim na segunda-feira (26). Em alto e bom som o parlamentar afirmou que foi desrespeitado pelo secretário Arcênio (leia mais). “Peço às senhoras presentes que fechem o ouvido. Ele (Arcênio) me mandou tomar no cu”, disparou Gilmar Amorim, ignorando estar na tribuna da Casa.
O Protagonista tentou contato com o secretário Arcênio mesmo antes de postar a matéria. Ainda na terça-feira (27), por telefone, ele se mostrou solícito e pediu que a conversa fosse pessoalmente. Em um segundo contato, houve a promessa de que seria enviada uma nota oficial com a versão do secretário.
Durante toda a terça-feira o Protagonista buscou a nota com a versão de Arcênio. Em vão. À noite, novo contato, através do WhatsApp foi tentado. Enviamos a seguinte mensagem: “Arcênio, boa noite secretário! Você pretende dar alguma explicação em relação às declarações do vereador Gilmar Amorim?”. Apesar de visualizar as mensagens, o secretário não as respondeu.
(Foto: Secom)