O vereador João Bililiu é um homem que gosta das coisas boas da vida. É desportista, curte Micareta e festas populares. Não é evangélico, mas surpreendeu na Câmara Municipal ao destinar parte de sua verba de subvenção a uma igreja evangélica.
O fato de não ser evangélico não impediu o coração generoso do vereador de destinar cerca de R$ 30 mil à Igreja Batista Missionária Internacional.
Em entrevista essa semana a um radialista, Bililiu quase não acertou pronunciar o nome da igreja, mas justificou o bondoso gesto. “Essa igreja faz um grande trabalho em Feira, na Bahia e no Brasil. Sou temente a Deus e não é porque sou um ‘cidadão versátil’ que não posso repassar parte de minha verba para uma igreja evangélica”, explicou.
Em contato com o Protagonista, um vereador evangélico – que pediu anonimato - ironizou o gesto “despretensioso” de Bililiu: “um gesto incompatível com a vida ‘versátil’ que ele leva. Com certeza isso já é pensando em 2020. Aqui na Câmara de Vereadores não tem nenhum ingênuo”, disparou.
É bom que se diga que o vereador, apesar da pouca intimidade com as palavras, faz um bom trabalho na Câmara.