O Protagonista traçou um comparativo entre as últimas três pesquisas eleitorais divulgadas em Feira de Santana. Os números aferidos pela Equalip (consulta entre 27 de maio e 1º de junho), Instituto Paraná (22 a 25 de agosto) e GEPE (3 a 6 de setembro) são até um pouco semelhantes, mas com uma única grande, e intrigante, disparidade.
Uma gritante diferença existe em relação à citação da deputada federal Dayane Pimentel, na consulta estimulada. Na pesquisa do Instituto Paraná, a parlamentar do PSL apareceu com surpreendentes 10,4%. Já na Equalip, ela alcançou insignificantes 1,2%. Na aferição feita pelo GEPE, Dayane chegou a 3,7% - talvez devido ao intervalo de 4 meses entre as pesquisas.
Estranho foi que a pesquisa do Instituto Paraná não apresentou números de consulta espontânea a prefeito. Coincidentemente, nas pesquisas de citação espontânea feitas pela Equalip e GEPE, Dayane não passou de 0,2% e 1,5%, respectivamente. Vale lembrar que a pesquisa divulgada pelo Instituto Paraná foi encomendada e financiada pelo partido da deputada Dayane.
Confira no gráfico o comparativo entre as pesquisas e tire suas conclusões.