O vereador Marcos Lima (Patriota), líder da bancada governista na Câmara Municipal, esta semana trouxe à tona um assunto que interessa a milhares de feirenses: defendeu a licitação e regulamentação do transporte alternativo intermediado por aplicativos.
De acordo com Marcos Lima, foi aprovada em Salvador uma Lei que possibilita o cadastramento e acompanhamento dos motoristas que trabalham com aplicativo, e Feira de Santana precisa tomar medidas semelhantes. “Temos conhecimento e informações de que mais de 8 mil veículos já circulam em Feira de Santana com aplicativos. Então, nós devemos, como poder público e Legislativo, discutir as questões desse transporte na cidade.  O que não podemos é deixar sem controle”, salientou Marcos.
Marcos já apresentou uma proposta. “O diálogo tem que existir. Esse tema é importante para a nossa cidade, quero a participação de todos. Vamos sentar e discutir porque é para o bem da cidade e de todos. O que não podemos permitir é que o transporte fique sem controle do poder público”, enfatizou.
Ao abordar os entraves enfrentados pelos demais serviços de transporte já regulamentados em Feira de Santana, o parlamentar mostrou a importância de manter um equilíbrio entre as partes do serviço: “precisamos buscar o entendimento entre os transportes do nosso município”, finalizou.
Taí um assunto que precisa, mesmo, ser discutido na Câmara de Vereadores. O transporte por aplicativo é uma realidade em Feira de Santana, mas precisa ser ordenado.