O PSol vai lançar uma chapa com cerca de 15 nomes para concorrer à Câmara de Vereadores de Feira de Santana. Um desses nomes pode ser o do professor e historiador Jhonatas Monteiro.
Em contato com o Protagonista, Jhonatas informou que a definição, se será candidato a prefeito ou vereador, deveria ter saído na Plenária do partido, realizada no dia 31 de agosto. “Porém, não foi conclusiva sobre esse assunto específico. Abordamos outras pautas”, diz.
Uma dessas pautas foi a composição da chapa de candidatos a vereador pelo PSol em 2020. “Serão 15 nomes, pelo menos. Será um desafio, pois em 2016 tivemos apenas seis nomes concorrendo à Câmara de Vereadores”, lembra.
Atualmente a legenda em Feira de Santana conta com cerca de 160 filiados. “Temos uma campanha de filiação em andamento até outubro. Deveremos ter algo em torno de 40 novas filiações. Temos cuidado para não filiarmos gatos e cachorros só para compor a capa”, observa.
Jhonatas diz que as definições sobre candidaturas deverão sair a partir de conversas, também, com apoiadores de fora do partido. “Porque caso eu não seja candidato a prefeito, vamos definir uma candidatura, um outro nome”, salienta.
Ao concluir a conversa, Jhonatas disse o seguinte: “O psol define o projeto para definir o nome. Não ao contrário”.