“Pelo que vejo, ele não atende nem ao prefeito, imagine como age com a população. Não tem preparo para assumir um cargo tão importante como o de secretário de Cultura. Vai acabar com as festas populares”. As farpas são de ninguém menos que o presidente da Câmara Municipal, vereador José Carneiro Rocha (PSDB), direcionadas ao secretário municipal de Cultura, Esporte e Lazer, Edson Borges.
“Ontem (domingo, 22), estive numa festa popular na comunidade de Alecrim Miúdo e, se Edson Borges continuar na secretaria de Cultura, as festas populares vão acabar. Ele chegou a anunciar em cartazes a presença do cantor Canindé no evento e depois retirou sem dar explicações à população. A festa aconteceu, mas a reclamação era geral no sentido de que o secretario não é comprometido com as festas populares”, acusou Carneiro.
Segundo o presidente da Câmara, o secretário não está respeitando a população. “Mesmo sendo governista, não podemos nos calar diante de fatos como esse. Nem o portão, que é comum colocar nessas festas para evitar a passagem de veículos, não foi autorizado por ele. A Secretaria pecou de novo; o secretário deita e rola, faz o que quer e o prefeito aceita. Pode estar bom para o senhor prefeito, mas para o povo, não. A população está repudiando as atitudes do secretário”, avaliou.
Em aparte, o líder governista vereador Marcos Lima, disse concordar com as colocações do presidente. “As ações de Edson Borges estão deixando a desejar. Ele está agindo de forma autoritária”, disse.
“Estamos aqui dizendo que ele (Borges) precisa se dedicar mais. Não estamos pedindo sua exoneração, mas que ele cumpra as determinações do chefe do Executivo e aja com comprometimento. Pelo que vejo, ele não atende nem ao prefeito, imagine como age com a população. Não tem preparo para assumir um cargo tão importante como o de secretário de Cultura. Pela história de Edson, esperei mais dele. Fica aqui meu registro e espero que as coisas mudem. Espero que o Governo faça as festas populares com mais autonomia e dedicação”, finalizou José Carneiro.