A comunidade católica reagiu com indignação à profanação da Igreja da Sagrada Família, no bairro Parque Ipê (veja como foi). Uma vigília de oração e uma celebração da reparação e reconsagração do templo está programada.
O padre Zacarias Luaco informou nessa sexta-feira (11) ao Protagonista que a comunidade recebeu com muita dor a notícia do ataque à igreja.
A Paróquia organiza uma vigília de oração para a próxima segunda-feira (14), na Igreja Paroquial de Nossa Senhora das Graças, às 1930min.
“O convite é para todos os paroquianos. É aberto a todos que querem juntar-se a nós para esse momento”, explica padre Zacarias.
“Estamos em comunicação com a Arquidiocese, na pessoa do vigário geral, Monsenhor José Nery – o arcebispo Dom Zanoni está em Roma, para a celebração da santificação de Irmã Dulce”, salienta o religioso, destacando que junto a monsenhor Nery “estamos vendo, também, a data da celebração da reparação e reconsagração da Igreja Sagrada Família”.
Padre Zacarias explica que, quando acontece uma profanação ao Santíssimo Sacramento e violação à sacralidade, como houve, a celebração da reparação é realizada para que a igreja possa voltar a ter sua normalmente de volta, com as celebrações litúrgicas.
O Protagonista também recebeu várias mensagens de solidariedade ao padre Zacarias Luaco e toda a comunidade paroquial. A maioria das mensagens também cobra da Polícia Civil uma atuação eficiente para que atos como esse não se repitam. Sentimento de revolta e inconformidade com o ataque ao templo católico.