Camelôs de Feira de Santana convocam uma audiência pública para a próxima terça-feira (29), no Centro Universitário de Cultura e Arte (CUCA), às 14h. Assunto: Shopping Popular.
A mobilização é do Coletivo de Trabalhadores em Defesa do Trabalho no Centro da Cidade. O tema: “O Shopping de Elias e a retirada do meio de vida dos ambulantes de Feira de Santana”.
Boa parte dos camelôs segue insatisfeita com os valores cobrados pelo Consórcio que administra o Shopping Popular, comandado pelo empresário mineiro Elias Tergilene.
Várias manifestações já foram feitas no centro da cidade e na Câmara de Vereadores. Mas, até o momento, nada concreto sobre mudanças nos valores foi conseguido.
Um texto também está sendo divulgado nas redes sociais, creditado ao Coletivo de Trabalhadores: “O objetivo e adotar medidas e ações contra o projeto perverso da retirada do meio de nosso sustento, bem como a futura expulsão do centro da cidade patrocinado e nos coagir a ir para um Shopping que as cláusulas e valores ainda estão guardados debaixo de sete chaves”, diz um trecho.
A Defensoria Pública e o Ministério Público Estadual foram convidados a enviar representantes. Prefeitura de Feira, Câmara dos Vereadores, Departamento de Economia da UEFS e a Incubadora da Economia Solidária da UEFS também foram convidados a participar.