O vereador Isaías de Diogo (PDT) lamentou a morte de Valdete Ferreira, que sofreu um Acidente Vascular Cerebral (AVC), estava em uma Policlínica e aguardava vaga no Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA).
“Quero prestar minhas condolências à família, que, com certeza, deve estar passando por um momento de extrema dor. Quero também agradecer a todos que se mobilizaram para conseguir a transferência hospitalar dessa guerreira. A demora no tratamento levou Valdete. O fim do sistema de regulação se faz mais que necessário”, afirmou.
Ao finalizar, o parlamentar voltou a pedir que o Governo do Estado reveja o funcionamento do sistema de regulação do SUS. “O Governo insiste em sacrificar a população. Quantos mais precisarão morrer para que eles tenham piedade do povo. A fila da morte só cresce. A morte tem que chegar na casa deles para que possam saber como é a dor de perder um familiar, desse jeito talvez se compadeçam”, concluiu.