De um lado o comando da corporação; do outro, a associação dos praças e bombeiros militares, com versões diferentes para o movimento de policiais militares deflagrado na terça-feira (8), na Bahia.
Comércio e demais atividades, como repartições públicas, seguem funcionando normalmente. Pelo menos em Feira de Santana.
O comando da PM afirma que o movimento grevista é restrito a seguidores do deputado Soldado Prisco. Já a associação afirma que a greve está em curso e cobra do governo do estado abertura de negociação.
Na manhã dessa quarta-feira (9) o cruzamento entre as avenidas Maria Quitéria e Presidente Dutra foi fechado por policiais e bombeiros que estavam reunidos na sede da associação da categoria (veja vídeo acima). O trânsito ficou confuso no local, que é de grande movimentação de veículos.