Prezado prefeito Colbert, tomo a iniciativa de lhe escrever esta carta aberta, pela amizade pessoal e o respeito que temos, para chamar sua atenção para a sua administração. Neste sábado, dia 05/10/2019, ao retornar de uma pedalada, transitei pela avenida Antônio Carlos Magalhães (ACM) que liga o bairro Cidade Nova à avenida Fraga Maia, e me deparei com uma cena curiosa e inusitada: dois carroceiros, cada um com uma carroça cheia de restos de materiais de construção, faziam um “tapa-buracos” ao longo dos 500 metros da citada avenida.
Os carros, que antes desviavam da enorme buraqueira que tomava conta de toda a via pública, agora desviavam das carroças, que chamavam a atenção de todos. Rapidamente, fui a minha casa - moro bem próximo -, e apanhei o celular para registrar essa cena que apenas contada deixaria dúvidas diante tamanho despropósito da ação administrativa.
Pensei em agradecer aos carroceiros pela ajuda que davam para todos que trafegam por aquela artéria, mas tomei a iniciativa de conversar com ambos e tamanha foi a minha surpresa quando eles disseram que trabalhavam naquele momento para a prefeitura.
Amigo Colbert, este fato atenta contra a sua administração, lhe descredencia inclusive de pleitear reeleição, porque evidencia uma gestão falida, inapta. O “tapa-buracos”, sequer era com a borra de asfalto que se costuma botar, apesar de também ultrapassado. O fato logo se transformou em piadas indescritíveis contra sua gestão, e muitos curiosos davam grandes gargalhadas. Então uma prefeitura que está entre as que mais arrecadam no estado, usa carroças para fazer tapa buracos em ruas e avenidas da cidade? Onde já se viu isso? Que economia de palitos e falta de gestão é essa, meu caro prefeito?
Ainda que seus comandados neguem que autorizaram essa desastrosa operação, eu acredito nas palavras dos dois trabalhadores. E mesmo que a iniciativa tenha sido daqueles generosos carroceiros, denuncia o descaso de sua gestão com a cidade. A avenida ACM, como é conhecida, está esburacada, quase intransitável, há muitos meses, sem que houvesse os devidos e corretos reparos, como a troca de todo o resto de asfalto antigo. Finalizo esta carta desejando que vossa excelência tome para si as rédeas do governo e promova uma injeção de ânimo para tentar sair das cinzas em que se encontra. Se for confirmado o que se escuta nas ruas, meu caro Colbert, uma mudança acentuada de comando vai acontecer em 2020.

Atenciosamente, Messias Gonzaga