A Prefeitura do município de Biritinga, localizado na região nordeste da Bahia, está há vários meses sem pagar o salário dos professores da rede municipal.
O atraso tem gerado muitas reclamações e protestos. Nas redes sociais os questionamentos e revolta são direcionados ao prefeito Antônio Celso Avelino de Queiroz, o Celso da Sucam (PDT).
Uma professora, de identidade não revelada, cobrou os pagamentos em atraso através de redes sociais. Acabou demitida pela Secretaria Municipal de Educação.
Emocionante foi a despedida da educadora de seus alunos. Ao saberem que a querida professora foi de demitida, a reação das crianças foi tocante.
O governo municipal de Biritinga já esteve envolvido em algumas denúncias de irregularidades, inclusive de nepotismo por parte do prefeito Celso da Sucam.