“Não vou aceitar receber meu salário neste banco”. A declaração do vereador Isaías de Diogo foi direcionada à Caixa Econômica Federal, em protesto, segundo ele, pelo tratamento dado pelo banco a uma idosa em Feira de Santana.
Conforme Isaías de Diogo, a dona de casa Eulenir Pereira dos Santos, de 63 anos, que residia na Rua Lourival Palmeira, no conjunto Francisco Pinto, em Feira de Santana, foi despejada da casa onde morava há mais de 32 anos por determinação da Justiça.
Na sessão ordinária desta quarta-feira (2), o vereador informou que no ano de 2015 Eulenir Pereira esteve na Caixa Econômica para se informar a respeito da situação do financiamento da casa, segundo ele, a idosa recebeu a informação que já estava quitada. Logo em seguida, ela deu entrada na baixa de hipoteca do imóvel, porém depois de 10 dias a Caixa informou que a casa teria sido vendida a outra pessoa.
“Deixo aqui meu repúdio à Caixa Econômica Federal. Não consigo compreender como é que esse banco não respeita o ser humano. Autorizar o arrombamento da casa e despejar uma senhora de 63 anos não tem perdão. Não vou aceitar receber meu salário neste banco. Quero receber meus vencimentos em um banco que tenha o mínimo de respeito ao ser humano”, protestou.