A vereadora Aldney Bastos, Neinha (PDT), voltou a criticar a Central Estadual de Regulação, instalada em Feira de Santana. A edil aproveitou o tempo na tribuna para agradecer ao prefeito Colbert Martins a inserção do bairro Liberdade no novo pacote de obras.
“Ou muda essa história de regulação, a fila da morte, ou Feira de Santana vai continuar perdendo pessoas. Uma paciente de 67 anos não é para esperar regulação e só sair de uma UPA num saco preto, mas foi isso que aconteceu neste final de semana. Ninguém quer que isso aconteça. Ela faleceu com um diagnóstico de fecaloma (massa volumosa e dura constituída de matéria fecal desidratada que fica estagnada no reto), um problema que se resolve em um centro cirúrgico. Não deram uma chance de vida a esta idosa. Como hoje uma pessoa morre com fecaloma?”, questionou Neinha.
“Ela morreu porque não teve uma assistência médica, não a levaram para o centro cirúrgico. Qual dos vereadores aqui não recebe ligação para interferir em uma transferência? Não temos condição de esperar. Outra paciente foi uma vítima de AVC. AVC não se trata em policlínica. Se fosse a mãe do governador, do secretário, ficaria em policlínica ou seria transferida? O problema é que isso se tornou uma rotina na nossa cidade, as pessoas estão acostumadas com essa situação, mas eu não vou me acostumar”, pontuou.
Segundo a vereadora, Feira está às moscas. “O HGCA não recebe paciente. Se a família não tiver conhecimento, o paciente morre na fila da morte. Familiares, vão à Defensoria Pública e entrem com uma ação. Peguem os documentos, que vocês têm direito no hospital, e regulem os pacientes. Espero que ano que vem essa questão de regulação melhore”, disse.
De acordo com a edil, paciente com AVC não pode ficar em policlínica. “Precisa ser transferido. Da forma que está, estamos perdendo pessoas todos os dias. Estamos todos no mesmo barco chamado saúde sem qualidade, pois não tem hospital para atender paciente de alta e média complexidade. Eu aprendi que saúde se faz com amor. Quero aqui mais uma vez chamar a atenção do governador e do secretário estadual para a saúde que está sendo ofertada em Feira de Santana. Nossa cidade está sofrendo muito. Governador, olhe bem para a saúde da nossa cidade”, pediu.
Para finalizar, Neinha Bastos agradeceu ao prefeito Colbert por contemplar o bairro Liberdade no último pacote de obras. “O bairro ficará 100% pavimentado. Vale lembrar que as pavimentações das ruas tiveram indicação desta vereadora”, destacou.
(Foto e informações: Ascom/Câmara de Vereadores)