O artista José Raimundo da Paixão, também conhecido como Big Jackson, tem uma história bastante peculiar. Condecorado o mais novo comendador de Feira de Santana, ele viu a vida mudar quando foi “descoberto” pelo saudoso ex-prefeito José Falcão, quando imitava o cantor Michael Jackson enquanto lavava carros em frente ao Feira Tênis Clube.
Big Jackson recebeu a comenda na noite de terça-feira (12), na Câmara Municipal. A outorga da honraria, em sessão solene, atendeu ao decreto de autoria do vereador Marcos Lima.
Big Jackson, após chamar a atenção de José Falcão, foi convidado a animar seus comícios. Logo em seguida realizou diversas apresentações, participando de programas televisivos como o Cassino do Chacrinha e Programa do Sílvio Santos.
Segundo ele, a arte foi uma forma de resistir às adversidades sociais. Ele criou projetos para promover a cultura afro da cidade. “Eu não estou aqui à toa, eu não brinco de fazer entidade cultural. Eu sou cultura!”, enfatizou.
O vereador Marcos Lima relatou que o homenageado é o fundador do Bloco Afro com o nome de Nelson Mandela e do projeto social “Sai da Rua, Menino”, sendo muito conhecido no bairro Rua Nova por ajudar crianças em situação de rua. “A sua aptidão para a dança e para a música foi o seu escape para uma vida melhor e também foi o pontapé inicial do seu engajamento em projetos sociais. Ao longo dos mais de 40 anos de sua trajetória na arte e nas causas sociais, José Raimundo da Paixão se mostrou como um bravo lutador no combate às desigualdades raciais e sociais”, pontua o vereador.
(Foto e informações: Ascom/Câmara de Vereadores)