A Superintendência Municipal de Trânsito afastou das atividades um agente que entrou em luta corporal com um estagiário desta autarquia na manhã dessa sexta-feira (6). O superintendente Maurício Carvalho determinou abertura de processo administrativo para aplicação de penalidades previstas em lei contra o servidor no quadro efetivo da instituição.
Quanto ao estudante envolvido na confusão, a Superintendência está providenciando a rescisão do seu contrato de estágio.
O conflito ocorreu no interior da SMT e a Polícia Militar foi acionada, após outros servidores terem interferido e encerrado a briga. Ambos foram conduzidos a uma delegacia.
Há informações de que o agente estaria portando uma arma de fogo. Uma vez confirmado este fato, e caso ele não tenha autorização legal para o porte, sua situação  pode ser agravada junto as autoridades policiais e também perante o processo administrativo. 
"É um fato que nada tem a ver com o serviço público propriamente dito. Um problema pessoal entre dois servidores públicos, um efetivo e outro estagiário, que evoluiu para o confronto físico, com possível uso de arma de fogo por parte do agente. As conclusões e o inquérito policial serão muito importantes para a tomada de decisões disciplinares administrativas pela SMT", afirma o superintendente do órgão.
(Foto: Secom)