Na audiência pública promovida na manhã dessa segunda-feira (20) sobre transportes em Feira de Santana sobrou cadeiras, incoerência e um “fogo amigo especial”.
A começar pelo coordenador da Ciretran, Silvio Dias, que defendeu para Feira, em alto e bom som, o “sistema de transporte clandestino”, o chamado ligeirinho.
Mas, o ponto alto da discussão foi o contraste a partir da fala do engenheiro Danilo Ferreira, sobrinho do deputado Zé Neto, um dos articuladores do encontro, quando criticou duramente a falta de dados técnicos na audiência pública. “Nessa mesa não existe ninguém da área técnica de transporte para um debate embasado”, disparou.
E foi mais além: “aqui, nesta mesa, o Governo do Estado deveria marcar presença com a Superintendência Estadual de Mobilidade Urbana da Sedur”, alfinetou. Danilo chegou a citar a senhora Grace Gomes, responsável pela pasta.
Segundo o sobrinho do petista, Greice nunca passou de Simões Filho para ver de perto o sistema de transporte em Feira”.
Pelo visto o PT precisa, primeiro, lavar a roupa suja em casa. O evento foi promovido pelos mandatos dos deputados Zé Neto e Robinson Almeida.
(Foto: mandato do deputado Robinson Almeida)