Medicamentos de alto custo, solicitados através de ações judiciais movidas por pacientes ou familiares, sumiram no Núcleo Regional de Saúde do Centro Leste (antiga Dires), em Feira de Santana. O coordenador regional do órgão, enfermeiro Edy Gomes dos Santos, vai registrar queixa na Polícia Civil para apurar o caso.
O Protagonista entrou em contato com o coordenador. Segundo Gomes, os medicamentos são públicos, mas aguardavam ordem judicial para serem liberados para uso dos pacientes.
“Estamos nesse momento fazendo o levantamento de quantidade, lotes e validade desses medicamentos”, explica o coordenador.
Conforme Ed Gomes, foi a primeira vez, em oito anos de sua gestão na Dires, que medicamentos sumiram.
“Temos que dar satisfação à sociedade e às pessoas que solicitaram esses medicamentos porque não têm condição de comprar, devido ao alto valor”, salienta Gomes.
O coordenador não soube informar o nome e valor dos medicamentos desaparecidos. “Só após o levantamento, agora à tarde, teremos essas informações”, explica.