O Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA) decidiu pela não cassação do mandato do deputado estadual Targino Machado (DEM). A sessão decisiva foi realizada na manhã dessa segunda-feira (2).
No dia 18 de novembro o placar da votação estava empatado. O final foi do juiz eleitoral Freddy Pitta Lima, que votou pela improcedência da ação.
Targino foi acusado de abuso de poder econômico e político, após uma auditoria da Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab), que apontou a suspeita de troca de atendimentos médicos por votos pelo parlamentar.
Votaram pela condenação o desembargador José Edivaldo Rotondano, que foi relator do caso, a juíza Patrícia Kertzman e o juiz Antônio Oswaldo Scarpa. Pela absolvição votaram o presidente do TRE-BA, desembargador Jatahy Júnior, e os juízes Diego Castro, José Batista de Santana e Freddy Pitta Lima.
(Com informações do site BNews)