Está adiado, para data a ser definida, o bate-papo que seria promovido nesta quarta (22), no Bar 4 Estações, sobre Políticas Antidiscriminatórias para a População LGBTQIA+, com objetivo de proporcionar à equipe de atendimento da empresa orientações de uma advogada e um psicólogo quanto a direitos e deveres da clientela. O encontro será realizado em breve.
A diretoria considera que a iniciativa ganhou uma repercussão acima das expectativas, causando um interesse  maior que o esperado. Será necessário readequar a estrutura montada para o encontro e até mesmo na apresentação dos convidados.
"Precisamos de algumas adequações ao que havíamos organizado, daí a necessidade do aditamento", diz a sócia-proprietária Verusa Mascarenhas.
A ideia da direção do tradicional point universitário localizado no Feira VI é reunir sua equipe, além de outros trabalhadores do segmento, interessados no tema, para ouvir de especialistas noções sobre  direitos e deveres da clientela, com foco no segmento LGBTQIA+.
O Bar 4 Estações passou recentemente por um conflito entre um funcionário e um cliente transexual que queria usar o sanitário feminino.
A diretoria do 4 Estações observa que o encontro, a ser realizado em breve, não é  algo de grande porte ou de natureza acadêmica, "mas apenas um bate papo com profissionais que possam instruir a nossa equipe de funcionários, a fim de não só prestar melhor atendimento (respeitando às diferentes identidades de gênero ou orientação sexual), como também para que influencie  na construção de uma sociedade melhor, mais justa e igualitária".