O recente episódio em que um funcionário foi acusado de tratar de forma preconceituosa uma cliente transexual, fato de grande repercussão na imprensa do Estado, levou o tradicional bar feirense 4 Estações, localizado no bairro universitário Feira VI, a promover nesta quarta feira, as 16h15min, um bate-papo de sua equipe de trabalho com uma profissional do Direito e um psicólogo.
Trata-se da advogada Bianca Peixoto Souza e do psicólogo Wendell Ferreira, que é  coordenador do Grupo de Trabalho Sexualidades e Identidades da Comissão de Direitos Humanos do Conselho Regional  de Psicologia  Regional Bahia.
Os  profissionais vão conversar com  funcionários e diretoria do estabelecimento sobre como evitar situações que possam causar constrangimento à clientela em geral, especialmente atitudes  consideradas machistas, homofóbicas, racistas, etc, bem como as penalidades que a legislação prevê para os responsáveis por esses crimes.
A diretoria do 4 Estações informa que o encontro é aberto à comunidade, podendo participar trabalhadores de outros estabelecimentos comerciais da área de entretenimento e também clientes interessados em conhecer os seus direitos.
"Será uma satisfação contar com a presença dos jornalistas e radialistas feirenses que representam os meios  de comunicação no nosso encontro com os especialistas. O objetivo é melhor preparar a mão de obra  deste segmento sobre seus deveres perante os clientes. Aquele fato serviu como importante alerta a todos nós empresários e colaboradores", diz Verusa Mascarenhas, diretora do bar. 
O 4 Estações é  considerado point estudantil há mais de duas décadas na região da UEFS. Os diretores e os convidados estarão disponíveis para entrevistas exatamente as 16 horas, minutos   antes do início das palestras.