“Estou analisando a possibilidade de uma atuação maior nas eleições de 2020, especialmente em Feira de Santana e São Gonçalo”. A declaração, exclusiva, é do deputado Targino Machado ao Protagonista. Ainda segundo ele, o afastamento da liderança da oposição na Assembleia Legislativa está decidido. “Cumpri a minha missão com maestria”, diz. A seguir a entrevista completa.
O Protagonista - O sr. confirma que vai se afastar da liderança da oposição na Assembleia Legislativa?
Deputado Targino Machado – Confirmo, sim. Já avisei a bancada e ao prefeito ACM Neto.
O Protagonista - Por quê?
Deputado Targino Machado - A democracia pressupõe alternância de poder. Além disso, defendo que todos os deputados devem ter oportunidade de exercer esta missão. Enfim cumpri a minha missão com maestria. Mesmo liderando uma bancada com apenas 18 deputados contra a bancada de governo com 45 deputados, consegui ter o protagonismo na Assembleia, ficando demonstrado isto somente por rápida análise das matérias veiculadas na mídia estadual durante o ano de 2019.
O Protagonista - O sr. é considerado um deputado atuante, tanto em seu mandato quanto na liderança da oposição. Saindo da liderança, como será sua atuação na Casa?
Deputado Targino Machado - Nunca fui líder de bancada e sempre fui muito atuante. De igual modo irá acontecer. O próximo líder terá que se esforçar muito para atuar tanto quanto eu. Este é o meu estilo de não fazer nada sem dedicação integral.
O Protagonista - Sua saída da liderança da oposição na ALBA tem alguma relação com as eleições municipais de outubro?
Deputado Targino Machado - Estou analisando a possibilidade de uma atuação maior nas eleições de 2020, especialmente em Feira de Santana e São Gonçalo dos Campos, sem afastar outros municípios da região, como: Serra Preta, Antônio Cardoso, Conceição de Jacuípe, Amélia Rodrigues e outros onde tenho, igualmente, atuação política.