Uma recente declaração do prefeito de Salvador, ACM Neto, presidente estadual e nacional do DEM, é um indicativo para definição de chapas visando as eleições de outubro em várias cidades baianas, Inclusive Feira de Santana. Para o democrata, o importante é ter o maior número de candidatos a prefeito possível não apenas do DEM, mas, também, de legendas aliadas.
A declaração foi dada ao conceituado site Bahia Notícias. “Não paramos para fazer meta. Minha meta é ter o maior número de candidatos dos partidos que estão conosco nas principais cidades da Bahia. Não estou olhando só o DEM", afirmou ACM Neto.
Ele negou, também, que tenha o objetivo de tirar prefeitos de outros partidos para concorrerem pelo DEM em outubro. "Não vou participar de nenhum movimento para tirar prefeito ou candidato de partidos que são aliados meus para levar para o Democratas. Já pedi, inclusive, aos deputados nossos federais e estaduais que, por favor, não façam isso. Que a gente tenha diálogo com todos os partidos [aliados] para evitar isso", declarou.
ACM Neto disse, ainda, que seu partido não pôs meta sobre número de prefeitos que pretende eleger. Na última eleição, em 2016, a sigla elegeu 34 gestores municipais na Bahia.
Analisando as declarações de ACM Neto, em Feira de Santana, por exemplo, onde o prefeito é do MDB, partido aliado do DEM, não haveria qualquer problema para absorver o apoio do ex-prefeito José Ronaldo a Colbert Filho.
Portanto, uma chapa puro sangue ou com o DEM na cabeça da pule, em Feira de Santana, não é prioridade. Longe disso. Tudo em nome de um projeto maior.
Só para lembrar: em Feira de Santana, o prefeito Colbert Filho (MDB) aguarda a confirmação do apoio do ex-prefeito José Ronaldo. O deputado Targino Machado (DEM), lançou pré-candidatura.