CURTA AS CURTAS - O Protagonista denunciou. Outros veículos de comunicação também, mas as crianças exploradas dentro do Mercado de Arte parecem invisíveis aos olhos dos Conselho Tutelares de Feira de Santana.
- Por falar no Mercado de Arte, a direção e a Associação de Comerciantes bem poderiam olhar com mais carinho para o prédio. Manutenção é palavra que parece não existir no dicionário dessas pessoas.
- Outra coisa: tirar a música do Mercado aos sábados é um absurdo. Medida antipática.
- Estão esperando o edifício Sarkis desabar sobre inocentes para iniciarem, ao menos, os reparos básicos no imóvel. O prédio segue fechado, sem que um tijolo sequer tenha sido colocado. Pelo visto os proprietários têm costas muito largas.
- Não precisa ser especialista em política para saber que a conversa dentro do carro entre José Ronaldo e Targino Machado não foi boa para um deles. As últimas entrevistas dizem muito.
- Muito legal o trabalho voluntário que o empresário e ex-deputado Humberto Cedraz (sim, ele já foi deputado) faz com pré-candidatos a vereador. Humberto, auxiliado pelo pastor, produtor cultural e servidor público Valdison Rocha, o Tinga, organiza a turma de acordo com o potencial de votos.
- Profundo conhecedor da política feirense, Humberto já emplacou várias zebras dentro da Câmara de Vereadores de Feira. E outros tipos de animais também.
- No jornalismo, dar crédito a material (texto e foto) é uma obrigação moral e legal, quando não somos autores do material publicado.
- Os ambulantes e donos de barracas que trabalham no centro de Feira de Santana devem começar a arrumar os cacarecos. Em primeira mão, nesse sábado (29), o Protagonista informa que o prazo para saída desse pessoal é 31 de março (leia mais).
- O destino é o Shopping Popular, para quem é cadastrado. Sinceramente, já vão tarde. As calçadas vão voltar a ser do pedestre.
- A pilantragem no concurso público de Conceição da Feira, com cartas marcadas para amigos e parentes de vereadores, caiu no esquecimento da opinião pública, embora a apuração segue firme no Ministério Público.
- É bom ficar de olho em um outro concurso público anunciado recentemente em uma cidade bem pertinho de Feira de Santana, onde tem uma famosa vaquejada. Tem digitais de gente envolvida na picaretagem de Conceição da Feira. Tá cheirando a estrume.
- Durante sete anos o vereador feirense Gilmar Amorim mamou nas tetas do Bolsa Família, programa do governo federal direcionados a famílias carentes.
- A esperteza do parlamentar não ficou impune. A Justiça determinou ressarcimento aos cofres públicos com correções monetárias e perda de direitos políticos. Vai responder em liberdade, mas ainda pode recorrer.
- Interessante, mesmo, foi a justificativa do vereador. Gilmar Amorim alegou não ter agido de má fé.
- A disputa pelo comando do PDT feirense promete novos e emocionantes capítulos. Tem vereador da legenda com o cabelo arrepiado de preocupação. Para acalmar, só um bom banho na banheira.

Pra cima – A Secretaria Municipal de Saúde agiu rápido nos três casos suspeitos de coronavírus em Feira de Santana.

Pra baixo – A arrogância e prepotência com que algumas agências publicitárias da cidade tratam os prestadores de serviço à Prefeitura. Um dia isso acaba.