Mais recente aquisição nas trincheiras do governo municipal, o vereador Zé Filé deu exemplo nesta quarta-feira (12) de que vai seguir uma linha independente. Ele puxou a orelha da associação de empresas de transporte coletivo, a Via Feira, e alertou a Secretaria Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT) para o desbloqueio dos cartões destinados aos estudantes.
O parlamentar questionou a demora para o desbloqueio dos cartões e sugeriu que os estudantes tenham o desconto de 50% da tarifa vigente, ainda que o valor seja pago em espécie para não dificultar o deslocamento até as escolas.  “As aulas começaram e o cartão desse pessoal continua bloqueado. Se os pais forem desbloquear, leva mais 5 dias. O que está acontecendo? Já que o cartão se encontra bloqueado, o estudante tem que pagar meia, com cartão ou sem cartão”, propôs o edil.
Em aparte, o vereador Alberto Nery (PT) declarou que foi informado pela Via Feira que, após o reajuste no valor da tarifa, o crédito disponível no cartão foi bloqueado temporariamente. “Só que eu acho isso um equívoco, porque o crédito é colocado em espécie, então a pessoa tem um certo número de passagens e não deveria perder o direito de utilizar o sistema. Então, acho que esse pensamento da Via Feira está equivocado, bem como, o Poder Público em admitir que isso possa estar acontecendo”, destacou Nery.