O ex-deputado e atual Ouvidor Geral do Estado, Carlos Geílson (Podemos), bateu um papo, no início da tarde de sábado (7), com o Protagonista. O radialista feirense diz qual o perfil do seu vice ideal e descarta compor com Zé Neto, Targino ou Colbert sendo vice. "Não passa pela minha cabeça", diz. A foto acima, então, divulgada na conta de Instagran do deputado democrata, não passa de um encontro social. A seguir, entrevista completa.
O Protagonista – O sr. já conversa sobre seu vice-candidato? Existem contatos?
Carlos Geílson – Conversas, meu caro Augusto Ferreira, já existem, mas ainda de forma tímida. Até porque  se você fechar agora corre o risco, lá na frente, de precisar mudar a chapa. Mudar o vice.
O Protagonista - Qual o perfil do seu vice ideal?
Carlos Geílson - Perfil técnico, com gosto pela política e o desejo de bem servir. Não quero um vice formal (apenas para uma composição de chapa). Quero um vice que possa exercer missões no governo.
O Protagonista – O sr. aceitaria convite para ser vice de Zé Neto, Colbert ou Targino? Ou aceitaria algum deles como seu vice?
Carlos Geílson - Seria muita pretensão da minha que eles aceitassem ser meu vice. Quanto a mim ser vice de alguém, é uma possibilidade, hoje, que não passa pela minha cabeça.