A distribuição das dez mil cestas básicas compradas pelo governo municipal para serem distribuídas a pessoas carentes de Feira de Santana, devido ao coronavírus, terá como um dos requisitos principais que existam idosos entre as famílias beneficiadas. A informação é do secretário municipal de Desenvolvimento Social, Pablo Roberto Gonçalves.
A orientação do prefeito Colbert Filho é que a entrega dos gêneros alimentícios seja realizada já a partir da próxima segunda-feira (30), visando amenizar os efeitos da crise provocada pelo coronavírus no município.
Os gêneros alimentícios foram adquiridos através de dispensa de licitação (O Protagonista informou em primeira mão), devido ao caráter emergencial que a situação da pandemia exige.
O secretário Pablo Roberto ressalta os critérios para as famílias serem inseridas na prioridade de distribuição emergencial das cestas básicas. “Devem estar cadastradas no CADÚnico e preencher os requisitos para receber algum tipo de benefício eventual”, informa.
Além destes critérios, outro de relevância também será adotado pelo Governo Municipal para definir as famílias a serem contempladas com as cestas básicas. Das 28 mil famílias inseridas no cadastro em situação de extrema pobreza, cerca de 16 mil delas possuem idosos. “Que existam idosos na família”, observou o secretário.
Pablo Roberto recomenda que as pessoas não precisam ir à Sedeso e aos Centros de Referência em Assistência Social (CRAS). “Primeiro vamos entrar em contato com os beneficiários, já a partir desta sexta-feira (27)”, revela.