Estão suspensas as visitas a gestantes no Hospital da Mulher. A medida, válida por 60 dias, foi determinada pela presidente da Fundação Hospitalar de Feira de Santana, Gilberte Lucas.
A decisão é baseada no alerta emitido em 11 de março passado pelo Ministério da Saúde, que estabelece medidas para enfrentamento da emergência de saúde pública de importância internacional decorrente da pandemia de coronavírus, “bem como recomendações da Prefeitura Municipal de Feira de Santana”.
Porém, as gestantes internadas no Hospital da Mulher permanecem com o direito a acompanhante, respeitando a Lei Federal nº 11.108, de 07 de abril de 2005.