A filiação do ainda secretário de desenvolvimento Social (Sedeso) e vereador licenciado Pablo Roberto ao DEM não garante que ele será candidato a vereador agora em 2020.
Uma fonte democrata informou ao Protagonista que não se deve tomar como surpresa a desistência de Pablo de concorrer à reeleição na Câmara, abrindo espaço para seu assessor e braço direito, Pedro Américo Lopes.
O blog conversou com Pablo e Pedro Américo, que não negam nem confirmam o movimento. Porém, Pedro Américo, filiado ao DEM no fim de semana, solicitou nesta segunda (6) afastamento do Conselho Municipal de Assistência Social e também do Conselho Municipal de Defesa Civil, há seis meses das eleições, como manda a lei eleitoral para quem deseja se candidatar – como chefe de Gabinete da Sedeso ele só precisa sair faltando três meses para o pleito.
E para lembrar: em política, o que hoje é não, amanhã pode ser sim. E vice-versa.