O secretário municipal de Governo, Denilton Pereira de Brito, respondendo interinamente pela Secretaria de Desenvolvimento Social, determina abertura de sindicância sobre a denúncia de assédio sexual envolvendo o então secretário Ícaro Ivvin, na Sedeso (entenda o caso).
“Com base nos artigos 171 e seguintes da Lei Complementar nº 01/94 e considerando as denúncias publicadas em blogs e sites e em entrevistas de rádios, resolve: Art. 1º - Criar a Comissão de Sindicância para apurar denúncia relativa ao suposto fato ocorrido na Sedeso, no dia 14 de abril do ano corrente”, diz trecho do Decreto, publicado nessa sexta-feira (24).
A Comissão é composta pelos seguintes membros: Dayse Cristiane Seabra Brandão, Ivan Amando Dorea da Silva e José Marcondes de Carvalho. A Presidência da Comissão será exercida por Dayse Cristiane Seabra Brandão, primeiro integrante da Comissão.
No prazo que a Lei determina, a contar da data da publicação encaminhará Relatório Conclusivo ao prefeito Colbert Filho.
Pelo menos até esta sexta (24) Ícaro Ivvin segue titular na Procuradoria Geral do Município.