Ex-vereador e ex-deputado estadual, Humberto Cedraz tem sido consultor de muita gente que deseja chegar a um mandato. Experiente nas articulações políticas, Cedraz prevê uma grande renovação na Câmara Municipal de Feira, por exemplo, e nega ser conselheiro político do prefeito Colbert Filho como se comenta na cidade, além de falar sobre o retorno de Pablo Roberto à Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Sedeso). Confira a seguir entrevista completa e exclusiva ao Protagonista.
O Protagonista - Qual sua avaliação do cenário político de Feira atualmente?
Humberto Cedraz - Indefinido e em ponto morto por causa da pandemia.
O Protagonista – O sr. é conhecido como excelente articulador político. A eleição para vereador terá surpresas?
Humberto Cedraz – Sim. Teremos uma grande renovação pelo impedimento das coligações. Serão eleitos muitos nomes novos.
O Protagonista – O sr. articulou algumas chapas proporcionais.  Sua expectativa é de eleger quantos vereadores nesses grupos montados pelo sr.?
Humberto Cedraz – Não me dediquei, ainda, em fazer as contas. Mas, possivelmente, alguns.          
O Protagonista – O sr. é o articulador político ou apenas colabora nisso com o prefeito Colbert?
Humberto Cedraz – Nem uma coisa, e nem outra.
O Protagonista – A ida de Pablo Roberto para a Sedeso foi uma boa manobra do MDB/Colbert?
Humberto Cedraz – Não tive tempo de fazer essa  avaliação. Nos bastidores da Câmara me informaram com segurança que foi uma decisão tripartite formada por Colbert, José Ronaldo e Pablo.