Onde houver pessoas aglomeradas, muito perto uma das outras, filas, neste tempo de pandemia, prepostos da Guarda Municipal vão orientar, organizar e sensibilizar os cidadãos sobre os comportamentos a serem adotados para evitar o contágio pelo coronavírus.
“Estamos também fazendo valer as determinações do prefeito Colbert Filho sobre como se comportar para evitar contágios”, afirmou o comandante da GM, Élio Santos. Ele enfatiza que vem sendo realizado um trabalho de conscientização.
Os prepostos também observam se as lojas estão cumprindo as determinações do Poder Executivo, condicionantes para os seus funcionamentos, como uso de máscara pelos funcionários e clientes, a higienização das mãos com álcool em gel e o controle da quantidade de pessoas dentro do estabelecimento.
Ele informa que os guardas municipais orientam as pessoas sobre a distância considerada segura entre elas pelos especialistas – entre um e dois metros, bem como a necessidade do uso da máscara, inclusive as caseiras, como barreiras físicas contra a disseminação do vírus.
O uso da máscara passou a ser obrigatória para quem sai às ruas da cidade, por determinação do prefeito Colbert Filho. “A máscara é indispensável”, comenta. O comandante explica que em um momento de pandemia todos devem adotar medidas preventivas individuais e coletivas. Ao se proteger a pessoa está protegendo as outras.
(Foto: Secom)