Em 2016, quando terminou a eleição municipal em Feira de Santana, algumas surpresas aconteceram na disputa pelas 21 vagas na Câmara Municipal. Último ano das coligações.
O Protagonista consultou o radialista Irmão Niel, que faz um organizado trabalho de pesquisa eleitoral. Ele tem em seus arquivos simplesmente toda a votação de vereadores, prefeitos e deputados. O contato é: 75 99135-4541.
Vamos mostrar abaixo a votação e a coligação de todos os 21 vereadores eleitos em Feira de Santana em 2016 – sem contar suplentes que chegaram depois.
A coligação DEM, PSDB, PRB, PSL e PMB elegeu 7 vereadores:
Gerusa Sampaio (DEM) 6.395 votos; José Carneiro (PSDB) 5.774 votos; Lulinha (DEM) 5.278 votos; Zé Curuca (DEM) 5.277 votos; Eremita Mota (PSDB) 5.253 votos; Justiniano França (DEM) 5.244 votos e Eli Ribeiro (PRB) 5.174 votos.
A coligação PHS, PRP, PTB, PEN e PV elegeu 4 vereadores:
Ronny (PHS) 8.213 votos; Marcos Lima (PRP) 5.430 votos; Pastor Tom (PEN) 4.385 votos e Roberto Tourinho (PV) 4.231 votos.
Coligação PP, PR, PSD e PROS elegeu 2 vereadores:
Edvaldo Lima (PP) 3.797 votos e Zé Filé (PROS) 2.952 votos.
A coligação PT, PDT, PTN e PCdoB só elegeu Alberto Nery com 3.780 votos.
Mais 2 vereadores se elegeram em 2016 sem coligação:
Cadmiel Pereira (PSC) 3031 votos e Isaías de Diogo (PSC) 2.835 votos.
Foram 2 vereadores eleitos em partidos sem coligação:
João Bililiu (PPS) 2.953 votos e Fabiano da Van (PPS) 2.115 votos.
Três partidos distintos saíram só, sem coligação, e conseguiram eleger 1 vereador:
Luiz da Feira (PPL) 2.566 votos;
Ron do Povo (PTC) 2.262 votos;
Gilmar Amorim (PSDC) 1.867 votos.

Agora a lista completa dos 21 eleitos em 2016, e sua legenda, à época, na ordem por votação:
Ronny (PHS) 8.213 votos; Gerusa Sampaio (DEM) 6.395 votos; José Carneiro (PSDB) 5.774 votos; Marcos Lima (PRP) 5.430 votos; Lulinha (DEM) 5.278 votos; Zé Curuca (DEM) 5.277 votos; Eremita Mota (PSDB) 5.253 votos; Justiniano França (DEM) 5.244 votos; Eli Ribeiro (PRB) 5.174 votos; Pastor Tom (PEN) 4.385 votos; Roberto Tourinho (PV) 4.231 votos; Edvaldo Lima (PP) 3.797 votos; Alberto Nery (PT) 3.780 votos; Cadmiel Pereira (PSC) 3031 votos; João Bililiu (PPS) 2.953 votos; Zé Filé (PROS) 2.952 votos; Isaías de Diogo (PSC) 2.835 votos; Luiz da Feira (PPL) 2.566 votos; Ron do Povo (PTC) 2.262 votos; Fabiano da Van (PPS) 2.115 votos; Gilmar Amorim (PSDC) 1.867 votos.
OBS.: Pablo Roberto entrou na vaga de Ronny; na vaga de Justiniano, entrou Carlito do Peixe; e na vaga de Pastor Tom foi chamada Neinha Bastos.