Uma declaração do vereador Zé Filé, postada e sua rede social no fim de semana, causou prejuízos a vendedores ambulantes e por pouco não causa agressões físicas.
Tudo aconteceu no conjunto Feira X, em Feira de Santana. Zé Filé postou uma foto à distância, de alguém vendendo lanche (tapioca), em um tabuleiro montado em uma bicicleta.
O vereador acusou um vendedor, vindo recentemente de São Paulo, de estar infectado com coronavírus, não respeitar a quarentena e ainda submeter moradores do Feira X, principalmente rua D, onde mora, ao risco de contágio por covid-19.
Foi o bastante para provocar um arerê no Feira X. Moradores assustados. Vendedores de lanche tratados com discriminação, deboche e palavras agressivas. Vários reclamam de prejuízo nas vendas.
Um deles, seu Jorge, que seria o alvo de Zé Filé, em um vídeo relatou que esteve com sintomas de gripe, mas foi medicado e não tem coronavírus. “Eu estava na rua vendendo meus bolinhos e ele chegou já me xingando. Quase me bateu”, diz seu Jorge.
A atitude do vereador, mesmo que tenha sido com boas intenções, expôs a risco todos os vendedores ambulantes de lanche no conjunto Feira X.
O Protagonista reproduziu áudios de três ambulantes, que se sentem prejudicados pela divulgação do vereador.