A prefeitura deve anunciar, até a próxima segunda-feira (06), a decisão que deverá adotar sobre a manutenção ou não das medidas restritivas de funcionamento do comércio e serviços em Feira de Santana para conter a disseminação do coronavírus. Nessa sexta (3) houve teleconferência com representantes de setores comerciais e de serviços e reunião com técnicos da Prefeitura, mas nada se decidiu.
Antes da adoção de qualquer medida, “a prefeitura está avaliando os impactos do coronavirus na vida dos feirenses e adotando medidas que venham contribuir para evitar a disseminação da pandemia no município, além da adoção de medidas que garantam a assistência aos cidadãos feirenses”, diz trecho de matéria da Secom.
O gestor destacou que tem até segunda-feira (6), quando expira o decreto determinando o fechamento do comércio e serviços de Feira de Santana, exceto setores considerados essenciais, para adotar uma posição com relação a situação da disseminação do coronavírus.
Durante a teleconferência, o gestor esteve acompanhado dos secretários de Planejamento, Carlos Brito; e da Fazenda, Expedito Eloy; além do procurador geral do Município, Ícaro Ivvin.