A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Sedeso) já está em clima de fim de festa. A pasta, uma das mais cobiçadas no governo, troca de mãos por esses dias.
Sai Pablo Roberto e deve chegar um comandante tucano, vindo das bases do PSDB feirense.
No acordo fechado para os tucanos assumirem a Sedeso, inclui exoneração geral de cargos de vários escalões para deixar o novo secretário e a legenda à vontade para indicar quem quiser..
Até o fechamento dessa matéria o nome do novo secretário não estava definido. Certo, mesmo, que será ligado ao PSDB. O maior pretendente ao cargo ainda não tem as bençãos de quem decide.