“Não recebemos até agora nenhum documento da empresa Rosa solicitando desligamento ou suspensão do contrato com a prefeitura. Estamos aguardando acontecer essa oficialização para adotar as medidas jurídicas junto à Procuradoria do Município”. A declaração é do prefeito Colbert Filho sobre a nota da empresa Rosa, anunciando suspensão das atividades em Feira de Santana, alegando a dificuldades financeiras.
O prefeito também comentou sobre o bloqueio do portão de passagem dos ônibus da empresa Rosa, por manifestantes da zona rural que tiveram linhas suspensas. “Pedimos à empresa Rosa que solicite, na Justiça, a liberação dos ônibus para que possam atender à demanda”, informa o prefeito.
Colbert, inclusive, critica o que ele classifica como uso político da situação. “Existe aproveitamento político irresponsável da situação com esse bloqueio dos ônibus da empresa Rosa.  Tem pessoas doentes com dificuldade para receber atendimento devido ao bloqueio dos veículos na garagem. Além disso, a população usuária do transporte está sendo prejudicada, e ainda tem a questão da preservação dos empregos”, destaca Colbert.
O prefeito não citou nomes, mas políticos de oposição têm batido cartão na manifestação em frente à garagem da empresa Rosa. O deputado federal Zé Neto e o vereador Roberto Tourinho são os mais assíduos.