Anunciadas há dois anos, as obras do novo Hospital Geral Clériston (HGCA), em Feira de Santana, se arrastam até hoje, enquanto, no mesmo período, cinco novos hospitais foram inaugurados pelo governador Rui Costa. “Isso é que deveria estar preocupando o secretário de Saúde, Fábio Vilas-Boas, principalmente nesse momento tão crítico”, cobra o prefeito Colbert Filho.
“Esta é uma prova irrefutável que Feira de Santana, a maior cidade do interior, está em último plano para o Governo do Estado. Cinco hospitais foram inaugurados em Salvador e no interior, mas o nosso Município está ficando por último, pois não há nem previsão de inauguração do novo Clériston”, afirma o prefeito.
Colbert acrescenta que, além dos cinco inaugurados, o Hospital Metropolitano, em Lauro de Freitas, está com 97% das obras concluídas, conforme “comemora o próprio governador, mas as obras do novo Clériston continuam se arrastando”.     
De 2017 até hoje, o governador Rui Costa inaugurou o Hospital Regional Costa do Cacau, no município de Ilhéus; o Hospital da Mulher Maria Luzia Costa dos Santos, o novo Couto Maia e Hospital Geral 2, em Salvador; e o Hospital da Chapada, em Seabra.