O prefeito Colbert evitou polemizar, mas respondeu ao governador Rui Costa, que em vídeo afirmou que Feira de Santana é hoje o maior motivo de preocupação em relação ao coronavírus no Estado.
Colbert, em coletiva online nesta quinta (28) afirmou que “o tratamento à pandemia em Feira é correto. A forma de atuação do governo é adequada. Os níveis de letalidade estão abaixo de outros municípios”.
O prefeito contestou o governador, afirmando que “nosso sinal vermelho foi aceso desde o dia 6 de março. Diferentemente do governo do estado. Não precisa que ninguém dê sinal pra gente. Sabemos o que fazer. Aqui estamos fazendo o que deve ser feito. Se precisar mudar de estratégia, não há dificuldade nenhuma”.
NOTA – E a Secretaria de Comunicação da Prefeitura de Feira de Santana divulgou a seguinte nota:
“Com o menor percentual de letalidade entre os municípios que registram o maior volume de casos de covid 19 e com um crescimento médio de apenas 5,32% no número de doentes, Feira de Santana ainda está numa situação de controle da epidemia de corona vírus, conforme avaliação do prefeito Colbert Filho, que também é professor de Epidemiologia. 
De acordo com dados da Secretaria Estadual de Saúde (Sesab), com crescimento médio de 5,32% dos casos, nos últimos cinco dias, Feira está em 78º lugar entre os municípios baianos. Temos também 2,04 de letalidade, a menor taxa comparando-se com municípios como Vitória da Conquista, Ilhéus, Salvador, Itabuna, Jequié e Ipiaú, conforme também dados da Sesab”, destaca o prefeito.
Colbert também salienta como dado positivo o percentual de pacientes recuperados no Município. “Também segundo a Sesab, Feira tem um percentual de 35,15% de recuperados, uma taxa maior que a do Estado da Bahia, que está em 34,17%”.
O prefeito faz questão de frisar que Feira de Santana é o maior entroncamento rodoviário do Norte e Nordeste e, portanto, uma cidade muito vulnerável ao vírus, em razão da grande movimentação de pessoas de outras cidades e até de outros estados. “Do início de maio para cá, o Nordeste registrou um aumento de 80% nos casos de corona vírus e isso deve ser considerado quando se fala de Feira”, destaca.
“Isso significa que as nossas medidas de combate ao vírus estão no caminho certo e podemos até torna-las mais rígidas, se for o caso”, alerta Colbert.
(Foto: Secom)